Minie e Clarabela

Minie e Clarabela



A História da Minie
e da Clarabela


{texto}


QUANDO, EM 1928, Walt Disney lançou o primeiro desenho animado de seu mais novo personagem, o Mickey, já contracenava com ele aquela que seria a sua eterna namorada: a Minie. Mas só um pouco mais tarde, em 1930, a Minie apareceria pela primeira
vez nas histórias em quadrinhos de Disney, participando das tiras que eram publicadas diariamente nos jornais norte-americanos. E, em 1929, apareceu no cinema uma outra personagem
que logo se tornou a companheira inseparável da Minie: a Clarabela!
Mas a Clarabela, como a Minie, só apareceu nos quadrinhos em 1930. Enquanto a Minie é uma mulher de bom senso, a Clarabela é romântica, sonhadora. Vive pensando em príncipes encantados ou em tornar-se estrela de cinema. Acredita que possui uma voz lindíssima e já meteu-se em encrencas tentando provar a empresários que poderia tornar-se uma cantora de sucesso! A primeira história em quadrinhos publicada pela Editora Abril onde a Minie apareceu chamou-se "O terror de Vila Tranqüila". Isso foi em agosto de 1950. A Clarabela não demorou. Em dezembro de 1950, era publicada pela Editora Abril uma aventura onde ela aparecia: "Dippy contra o Encapuzado". Desta história participaram o Pateta, que naquele tempo se chamava Dippy, a Minie e o Horácio.

Piada de Euclides K. Miyaura, um dos desenhistas Disney que fazem parte dos Estúdios da Editora Abril

Mas, falando em Minie e Clarabela, o mais importante é dizer que, desde que apareceram, agradaram em cheio!. E, de lá para cá, o sucesso delas vem aumentando sempre. Desde que foram criadas Minie e a Clarabela mudararam bastante de aparência. Você vai poder observar pelas ilustrações abaixo.

Cenas da História "Dippy contra o Encapuzado", publicada pela Editora Abril em 1950

Cenas da história " Usando a Cabeça", publicadapela Editora Abril em 1977.