Como nasceu a Cinderela?

Como nasceu a Cinderela?

Como nasceu a Cinderela?
Um belo dia, porém, há uma festa no castelo do rei, para que o príncipe escolha uma esposa. Cinderela é impedida de ir pela madrasta, mas a sua fada madrinha transforma seus trapos num vestido maravilhoso! E com sua mágica faz com que ela vá ao baile do castelo. O príncipe apaixona-se imediatamente pela Cinderela. Mas à meia-noite o encanto se desfaz. Cinderela foge e perde um dos sapatinhos de cristal. E através do sapatinho o príncipe a encontra. Eles casam e são felizes para sempre! A história da Cinderela não foi simplesmente inventada por Perrault. Ele a recolheu entre os contos populares de sua época. Por outro lado, encontramos narrativas semelhantes em muitos outros lugares. Há uma lenda chinesa do século IX, por exemplo, em que uma moça perde um sapato de ouro. E uma lenda egípcia (de 46 séculos atrás!) conta a história de uma águia que roubou o sapato de uma moça chamada Rhodopis (Rosto de Rosa) e depositou-o aos pés do faraó Miquerinos. Ele, então, procurou a dona do sapato e casou-se com ela! A adaptação de Cinderela para o cinema, realizada por Walt Disney, estreou em 4 de março de 1950. Mas desde 1942, data da estréia de Ba bi9 os estúdios preparavam e se filme.Para dar maior vi e humor ao filme, foi cria um grande número de personagens secundários: os ratinhos Zezé e Tatá, o cachorro Bruno, os passarinhos e o malvado gato Lúcifer.

HÁ MOMENTOS em que pessoas param para pensar como seria bom se ficassem ricas, ou se fossem famosas ou se pudessem viajar... Diz-se então que estão soando de olhos abertos! E muitos contos, principalmente na literatura infantil, são formas bem escritas de narrar esses sonhos. Um dos melhores exemplos disso é Cinderela, escrito em 1697 pelo francês Charles Perrault.
No conto, Cinderela é uma moça muito bonita que vive com uma madrasta muito má suas duas filhas, feias e invejosas. Cinderela sofre muito nas mãos das três, tendo que fazer todo o trabalho de casa. Aliás, seu nome em francês é Cendrillon que vem de cendre e significa cinza. Você pode imaginar que em 1697, quando conto foi publicado, não existindo gás nem eletricidade Cinderela devia ter muita cinza para juntar. No Brasil, o personagem e também conhecido como Gata Borra-lheira, que traduz a mesma idéia.

Cena de Yeun Hi Kim, uma sdas desenhistas Disney que fazem parte dos estúdios da Editora Abril

Grande parte do sucesso do filme, aliás, deve-se às peripécias dos ratinhos. Eles são engenhosos, destemidos e estão sempre às voltas com o Lúcifer, ora fugindo dele, ora p parando-lhe armadilhas. Como quase todos os personagens Disney adaptados literatura, as aventuras Cinderela em histórias quadrinhos tanto se situam antes do seu casamento co príncipe como depois. O Zé o Tatá e o Lúcifer, por ou lado, costumam aparecer histórias próprias ou em aventuras com outros personagens como a Vovó Donalda ou o Donald. Mas isso não quer dizer que os ratinhos abandonaram a Cinderela. Pelo contrário, eles continuam mais amigos do que nunca!

Assim Casou a Cinderela. A editora Abril publicou a história original em
quadrinos, pela primeira vez, na revista Mickey nº 1, de outubro de 1952.